31 de outubro de 2013

SANTA CONSCIÊNCIA OU PACIÊNCIA





Rapaz estava sentado em seu carro escutando musica em seu velho aparelho de cd quando começou a tocar uma musica que o fez lembrar-se de alguém, a letra da musica era tudo que ele queria falar a ela, escolha das palavras perfeitas para a ocasião... Estava apaixonado. Pensou ser incrível como certas pessoas tinham o poder de colocar em versos tudo que sentia e de como ele tinha dificuldades em por seu sentimento em um papel. Gostaria de poder escrever a ela tudo que estava em seu coração, mas para ele não era tão fácil assim. Será que palavras de outra pessoa dariam certo?

Então sua consciência a qual ele considerava ser feminina lhe sussurrou que ele deveria usar suas próprias palavras, sim porque se realmente o homem tivesse um lado feminino seria esse sua consciência porque esta sempre lhe sussurrava conselhos tão bem ponderados.

Então resolveu fazer um pequeno ensaio e em voz alta começo a falar o que no momento veio em sua cabeça:

- E ai mina, você é a goiaba de meu queijo, a mosca da minha sopa... 

E quando esperou algum comentário de sua consciência ... Ela ficara muda, ela simplesmente desfaleceu, ficou fora de orbita por tamanha asneira.

Ele não conseguia entender foi quando ela deu sinal de existência lhe sussurrando para que antes de qualquer coisa fosse importante que ele fizesse um cursinho de português para que aprendesse a usar melhor as palavras e aprender o significado de certas frases...

(...) Mosca da minha sopa? ...argh

Santa consciência ou paciência... Ninguém merece... Melhor copiar a letra da musica :))))





A letra da musica...

Te ver e não te querer
É improvável, é impossível
Te ter e ter que esquecer
É insuportável
É dor incrível...

É como mergulhar no rio
E não se molhar
É como não morrer de frio
No gelo polar
É ter o estômago vazio
Não almoçar
É ver o céu se abrir no estio
E não se animar...

É como esperar o prato
E não salivar
Sentir apertar o sapato
E não descalçar
É ver alguém feliz de fato
Sem alguém prá amar
É como procurar no mato
Estrela do mar...

Te ver e não te querer
É improvável, é impossível
Te ter e ter que esquecer
É insuportável
É dor incrível...

É como não sentir calor
Em Cuiabá
Ou como no Arpoador
Não ver o mar
É como não morrer de raiva
Com a política
Ignorar que a tarde
Vai vadiar e mítica
É como ver televisão
E não dormir
Ver um bichano pelo chão
E não sorrir
E como não provar o néctar
de um lindo amor
Depois que o coração detecta
A mais fina flor...

Um lindo fim de semana a você que me faz super feliz com seu comentário.
Obrigada... Beijinhos!!!



Imagens do tio Google 

11 comentários :

  1. É verdade, às vezes é melhor copiar uma coisa bonita do que inventar uma deprimente. Adorei o texto, Verinha. Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Hahahaha Sem noção, o moço!!
    As músicas nos dizem tanto... Por quê não?
    Adorei sua crônica!!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  3. Não queira sofrer dessa dor
    Se quiser, não deixe de querer
    Nunca diga não ao amor
    Se feliz com ele quer viver!

    Bom fim de semana para você.
    amiga Verinha, um beijo
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  4. Oi Verinha!

    "Romantismo" esplícito... ninguém merece!
    Fones de ouvido, todos merecemos!
    ;-)

    Abração
    Jan

    ResponderExcluir
  5. Não há quem "guente" essas coisas,rs...Viva os fones de ouvidos que nos poupam disso,! beijo, lindo fds,chica

    ResponderExcluir
  6. Gostei e adorei ver vc de novo seja bem vinda de v
    olta adorei sua visita, e por aqui td muito lindoooooooooooo
    post simplesmente divino

    Bjussss

    . (.") .
    . /█\..└──●► *Rita!!

    ResponderExcluir
  7. Se eu pudesse te beijava!...
    Num momento de coragem
    Se eu pudesse te levava
    às nuvens numa viagem

    Te desejo um domingo
    bem passado,
    No teu peito uma flor
    O teu corpo perfumado
    De carinho e muito amor

    Um beijo
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Verinha! O final da sua história foi surpreendente, hahaha... eu já estava aqui divagando longamente sobre quais seriam as palavras do moço apaixonado... reflexo da geração que não absorve uma boa leitura. Um abraço!

    ResponderExcluir
  9. Oi Verinha,

    Nesse caso, copiar a letra da música seria a melhor opçao, rsrs

    Adorei o texto!

    Abçs

    ResponderExcluir
  10. Hoje quero agradecer por todas as vezes que você me fazer sorrir com tua linda visita em meu blog, por me fazer acreditar que existem pessoas e pessoas…
    Obrigada…
    Simplesmente obrigada…
    Que Deus te abençoe sempre…
    Um lindo final de semana.

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  11. Verinha, amei o seu post, com muito sentido de humor Ahahahahhh. Espero que o seu fim de semana tenha sido animado assim.
    Que tenha uma semana cheia de bençãos.
    Beijinhos de Luz!
    Ana Maria

    ResponderExcluir