2 de abril de 2013

E quando eu estiver lendo, subitamente se afaste.


E quando eu estiver lendo, subitamente se afaste.
Leandro Costa

Achei o máximo esta frase, pensei em colocá-la na porta de meu quarto de leitura, sim tenho um quarto de leitura e todos já sabem que quando estou por lá não quero ser incomodada, tenho bem pouco tempo para ler, mas enfim o pouco tempo quero é ficar bem quietinha lendo meu livro. Quem tem o costume de ler ou até é viciado por livros sabe o quanto é terrível pausar um livro em meio a um capitulo, ao menos para mim é, procuro sempre ler um ou mais capitulo de cada vez. Meu marido não entende de forma alguma, respeita, mas não entende, digo a ele que se ele tivesse o habito de ler não pensaria desta forma. Há algum tempo comprei um livro com o titulo: "Onde esta Tereza”, ele ficou maluco para saber onde estava a mulher e todos os dias lia um capitulo para ele. Como ele é uma criatura incrivelmente incrédula ao final do livro disse-me que era algo totalmente absurdo e encheu-me de perguntas das quais suei para responder sobre o espiritismo. Vejam bem, meu avô era espírita e muitas coisas aprendi com ele, não sou uma estudiosa do assunto, não entro em uma discussão com algo que me é vago. Leio porque gosto e me faz bem, como todos os livros de espiritismo. Como já frisei varias vezes não tenho religião, acredito somente em Deus, mas este é outro assunto. 



Voltando aos livros tenho o habito de ler desde meus oito anos quando conheci uma amiga de minha avó que era bibliotecária na cidade onde morávamos, convidou- me a conhecer já que nunca havia feito uma visita. Estive e gostei do local. Ela me incentivou a fazer uma carteirinha para emprestar livros, porem havia um prazo de entrega. Claro que não fui fiel ao prazo e ela teve que ir a casa chamar-me atenção, fui devolver e tive uma multa a pagar. Minha avó me puxou a orelha e me fez a duras penas aprender o que era comprometimento, aprendi é claro. O incrível foi que não deixei de emprestar um livro novamente. 

Fui até lá e escolhi meu próximo livro o qual digo que foi o primeiro que li realmente, porque o primeiro nem recordo sobre o assunto. O livro que peguei era enorme ou eu que era pequena, não sei, só sei que me apaixonei por ele, o assunto era sobre mitologia grega. Li todos os livros da biblioteca sobre o tema e já estava debatendo com as pessoas, mas infelizmente todos que conversava não entendia sobre nada do que falava, era um assunto absurdo para alguns. Até a minha avó dizia que os Gregos eram uns loucos por escrever tamanha barbaridade e lá se foi minhas teorias por água abaixo. 

Hoje leio tudo que me vem à mão, mas dois livros que li durante minha vida e muito marcou foi o MENINO DO ENGENHO de José Lins do Rego, me faz recordar minha meninice também tive um tio Juca, uma tia Maria e descobertas incríveis na infância e adolescência. 

E o livro de Roald Dahl com o titulo de Matilda, foi adaptado para o cinema, sim aquela menininha da foto acima, quem não assistiu e se apaixonou pela doce Matilda, ela também relembrou minha infância claro que não tinha os super poderes, mais o amor pelos livros e ânsia por aprender são as mesmas. Ao ler os dois senti como se estivessem contando minha historia. 


Caminhais em direção da solidão? Eu, não, eu tenho os livros. 
(Marguerite Duras)




Dia primeiro foi niver do Blog Cozinha de Mulher, mesmo um dia de atraso por forças maiores, quero homenagear o blog da querida amiga Sheila. Muito sucesso. Parabéns amigaaaaa.
O meu carinho em forma de selinho em homenagem a este blog que me fez começar a gostar da minha cozinha. Beijinhos amiga e que Deus a ilumine sempre.




O meu carinho e afeto a você amigo(a) querido(a) saibas que já moras em meu coração.
Conte comigo.
Beijinhos.




37 comentários :

  1. Bom dia Verinha, eu tb gosto muito e ler, e como vc fala, o tempo é muito pouco, e quando consigo tb nao gosto se ser incomodada, meu pequeno momento de solidao acompanhada por um belo livro!!!!

    Beijocas

    Margarida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá margarida,
      que maravilha sua visita, Então a leitura é uma terapia para minha pessoa, amo apaixonadamente. Que delicia ficar e ter um momento só da gente não é?
      Obrigada, beijos.

      Excluir
  2. Rs.

    que linda a conexão entre você, os livros
    e marido....[eu ri com vcs e a Teresa].


    beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amiga.
      E foi engraçado mesmo, ele todo curioso para saber e para isso ele teria que me deixar ler para ele, foi uma graça a criatura se aguentando de curiosidade, incomodava até a filhinha para contar escondido, ela já o havia lido antes.
      Obrigada querida pelo carinho da visita. Beijos.

      Excluir
  3. Querida amiga! Agradecendo sempre o carinho e comentário gentil! Também me desculpando por muitas vezes demorar para aparecer..... Está cada vez mais difícil visitar a “todos” como gostaria.... Tenho tentado alternar e demora.... Mas eu volto!.... Adorei o post! Podemos viajar através das páginas dos livros....
    Uma semana abençoada e feliz!
    Abraço fraterno e carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga amada, não te preocupes, eu sei o quanto é difícil visitar a todos, nem sabe o trabalho que me dá com minha conexão lentíssima, chego a desistir algumas vezes. E é algo que adoro fazer, se aprende tanto por aqui e a amizade que é um presente de Deus. Te espero sim amiga, sempre.
      Uma semana maravilhosa a você também.
      Beijinhos com todo meu carinho.

      Excluir
  4. Verinha, de fato a gente precisa de um esconderijo para poder ler sem ser incomodado. Muitas vezes até em algum banco de jardim ou praça fica gostoso de se ler.
    Beijo com carinho
    Manoel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há amigo a tanto tempo queria um refugio, não porque quero fugir, mas sim para ler livros é uma terapia que me faz bem a alma.
      Imagina um banco em um jardim seria magico, uma boa pedida.
      Obrigada Manoel pela linda visita. Beijos e que bom que você voltou.
      Uma boa semana.

      Excluir
  5. É bom pode ler em silêncio, tudo quieto ao nosso lado e, de preferência, ninguém nos chamando pra fazer algo JUSTO naquela hora,rs beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E não é verdade amiga, pensa em uma delicia ficar quietinha devorando um bom livro, eu amo assim, tudo na paz e harmonia.
      Obrigada pelo carinho de sempre.
      Boa semana, beijos.

      Excluir
  6. Fiquei emocionada quando vi a foto da matilda lá em cima. Amo esse filme e morro de inveja de vc e da Ana Seerig que leram o livro. Eu li muitos livros espiritas na adolescência, mas hoje em dia só gosto mesmo de alguns poucos como Violetas na Janela (e todos os outros da Patricia), O morro das ilusões (que antes de Harry Potter era o meu favorito) e quando a vida escolhe. A vingança do judeu é bom, mas muito forte, não imagino como alguém pode viver os sentimentos ruins com tanta intensidade e levá-los à ultima consequência. Eu frequentava a biblioteca da minha escola, fiz amizade com a bibliotecária tb.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alê
      Então você é fã de Harry Potter, minha filhota também é, tem todos os livros, dvds, a varinha, simbolo das relíquias e ainda vamos mandar pintar a Edwiges no quarto dela. Nossa é uma loucura.
      Eu li o livro da Matilda porque uma amiga me emprestou não o tenho, menino do engenho sim. Tenho todos os livros da Zíbia e já li também vários da Patricia. Li também a vingança de um Judeu, emprestei-o na biblioteca da minha cidade, já faz uns cinco anos, realmente é um livro bem forte o enredo e alem de ser muito grande, é uma saga.
      Não imaginas o quanto tenho saudades do tempo de rata de biblioteca.kkkkkkk.
      Beijinhos amiga e obrigada pela visita. Amei.

      Excluir
  7. Olá Verinha,

    A leitura é realmente fascinante, e essa frase do Leandro Costa é perfeita!

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá escritora, obrigada por avisar da letra, então também amei esta frase quando a li, perfeita adaptação.
      Obrigada pela visita, beijos.

      Excluir
  8. Olá amiga Verinha
    Com certeza o melhor lugar pra se ter uma ótima leitura é no silêncio de um cantinho qualquer, não tenho um quarto específico para ler, mas tenho o meu quarto e quando fecho ele, sabem que não quero receber " visitas " rsrs, seja pra ler ou pra pensar um pouco em mim, ter aquele encontro mais que especial com a gente mesmo, me faz bem ter esses encontros
    Tenha uma semana proveitosa

    Abraços,
    Trocyn Bão - Thiago

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo Tiago
      Sempre dizia aqui em casa que parecia uma intrusa, pois cada um tem seu canto, a filhinha tem seu quarto e maridão levou uma TV para o nosso quarto e é uma entra e sai, então como sou uma dona de casa e faço alguns trabalhos para a fabrica, montei um escritório para minha pessoa, precisava de um cantinho só para eu e lá se tornou meu cantinho para ler. Eu adoro o silencio.Nada mais do que merecido.
      Nossa faz muito bem, reflexão, leitura, massagem, um momentinho especial a alma sai renovada.
      Obrigada pela visita e carinho.
      Abraços.

      Excluir
  9. OI VERINHA!
    TAMBÉM GOSTO DE LER E TODA A PESSOA QUE GOSTA SE IRRITA COM O FATO DE TER DE LARGAR O LIVRO A TODA HORA, AINDA NÃO TENHO O QUARTO DA LEITURA MAS, VOU PENSAR SERIAMENTE NO ASSUNTO.
    GOSTO DE TUA FORMA DE ESCREVER, TENS O DOM DA ESCRITA, POIS MESMO QUANDO O FAZES, ASSIM COMO ESTE TEXTO, DE FORMA DESPRETENSIOSA, APENAS NOS PASSANDO TEUS PENSAMENTOS, CONSEGUES PRENDER A ATENÇÃO DE QUEM TE LÊ.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Zilani. Nossa fiquei super feliz com sua palavras, na verdade aprendi muito por aqui e lendo o que as pessoas escrevem vemos um visão diferente na escrita. Eu penso que cada um deveria ter seu cantinho, não por egoismo e sim por direito. Ali no meu cantinho acendo meu incenso e ficou em paz. É uma delicia.
      Obrigada pelo carinho. Beijos.

      Excluir
  10. Olá!
    Querida amiga Verinha
    ...a leitura, muitas pessoas faz, em silêncio e solitariamente, de um modo que venha favorecer a concentração...e um esconderijo, igual a você...eu, também!
    Não consigo ler em qualquer lugar, pois sei que , alguns de meus amigos, gostam de aproveitar o tempo disponível dentro de uma condução para ler...
    ah sim me lembro do Menino do Engenho e Matilda.Devem te trazer boas recordações, não?
    Parabéns á Sheila pelo níver do Blog.Pela sua homenagem!
    Obrigado pelo carinho de sempre
    Boa noite
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Felisberto.
      Querido amigo é uma felicidade te ler.
      Eu precisava de um cantinho só para minha pessoa, o desgaste do dia a dia é grande, então devemos procurar o melhor e fazer o que a gente gosta e este cantinho ma traz paz, fico muito tranquila por lá.
      Traz sim ótimas recordações da juventude, o Menino do Engenho, fiz uma resenha na escola. Matilda me identifiquei com ela quando menina, pela falta do interesse dos pais, a primeira professora a qual adorava, tantas coisa que me via nele ao lê-lo.
      Foste o primeiro a perceber a homenagem, agradeço por ela, pois é uma criatura maravilhosa que ilumina meu blog.
      Beijinhos amigo.

      Excluir
  11. Oi Flor
    Concordo com a Chica
    Adoro ler em silêncio

    Beijos e uma Linda Quarta-Feira
    Andrea

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amiga.
      Que delicia poder se ter este silencio para ler, faz muito bem na concentração.
      Beijinhos e obrigada pelo carinho.

      Excluir

  12. As coisas mudam
    Depois de um tempo você começa a perceber que nada nessa vida é
    pra sempre e que tudo pode de alguma forma ser mudado,
    percebe também que as pessoas mudam, que os pensamentos mudam,
    e que se você não mudar, a vida muda você
    amar significa se dar por inteiro
    que verdadeiros amigos são,aqueles do qual sentimos
    saudades .
    Quando penso saber de tudo ainda não aprendi nada.
    a natureza é a coisa mais bela na vida.
    Deus não proíbe nada em nome do amor.
    o julgamento alheio não é importante.
    o que realmente importa é a nossa paz interior.
    se pode conversar com estrelas
    se pode confessar com a lua falar das saudades,
    que inevitavelmente dói ,e feliz é aquele que tem motivos para
    sentir..
    Lindo e abençoado seja seu Dia bençãos de Deus
    para você ,Beijos e carinhos meus ,Evanir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que linda mensagem Ivani.
      Muito obrigada pelas lindas palavras.
      Beijinhos.

      Excluir
  13. Oi Verinha
    Eu comecei a ler tarde depois dos trinta anos, mas fico incomodada quando não estou lendo nenhum livro. Adoro ler! Ainda bem que o Marcos também ama ler, acho que mais que eu kkkkkk. Então leitura aqui em casa é quase obrigatório kkkk. Lindo selo vc fez para a Sheila, ela merece, é uma pessoa maravilhosa da blogosfera!
    Bjos.
    http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luciana.
      Nunca é tarde para apreciar a leitura,Quando a gente pega o gosto não paramos mais não é mesmo amiga?
      Aqui em casa sempre alguém esta lendo alguma coisa, minha Gabi começo com os gibis do Mauricio de Souza, era uma loucura em comprá-los a todo instante, até hoje ela tem alguns.
      E é mesmo a Sheila é uma luz em minha cozinha,kkkkkkk, peguei gosto.

      Excluir
  14. Vdd quem tem livros nunca esta sozinho e a frase é demais rs gostei.
    Parabéns ao blog da Sheila.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelas palavras e a linda visita,
      Beijinhos.

      Excluir
  15. Como é bom o hábito de ler, Verinha. E que legal que vc tem um cantinho só pra isso. Infelizmente não tenho mais esse hábito e lamento por isso. E ler em silêncio é vital, caso contrário não há como prestar atenção e nem mergulhar na história. Beijos!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sérgio.
      É verdade amigo, o silencio é vital mesmo. Não consigo me concentrar na leitura e queria um cantinho só para minha pessoa que em breve será minha biblioteca. Quanto a ler amigo acho que ler os blogs é uma ótima leitura, obrigada por sempre ler ao meu.
      Beijinhos.

      Excluir
  16. Quer me deixar realmente irado é interromper minha leitura. Na casa de meu pai tem uma biblioteca imensa, porém, como a maioria lá tem o hábito de ler, ela é bem frequentada e nem sempre as regras do silêncio nas bibliotecas é respeitado.
    Minha estratégia para ler em paz, tanto na casa de meu pai quanto de minha mãe, é ir para o meu quarto e colocar o ipod no ouvido com uma música clássica, porque outra me tiraria a concentração. Deste modo, podem falar comigo, gritar, espernear que eu estarei "surdo".
    Não pude evitar de dar risadas aqui da curiosidade do seu marido em busca da Tereza, ahaha.
    Eu já li muitos livros espíritas e espiritualistas, atualmente não ando mais nesta vibe. O último que li foi Nosso Lar (que achei uma "viagem", infelizmente no mau sentido) e só não vou liberar ao BookCrossing blogueiro por consideração a minha mãe espírita que me presenteou, do contrário, não faria a menor falta.
    O último livro espiritual que li e recomendo, é o ecumênico Reflexões da Alma do Paiva Netto, se puder adquiri-lo, tenho certeza que irá gostar, principalmente por não ter uma religião definida. Ele é destinado a todas as crenças.
    Tal como a Alê, também senti uma inveja preta (porque inveja branca é para os fracos) de não ter lido Matilda, apenas ter visto o filme.
    É bom ler posts de pessoas que apreciam a leitura, meu comentário se estende como pode perceber.
    Já passei na Sheila para parabenizá-la pelo seu primeiro aniversário, espero que não se canse do mundo blogueiro tão cedo, fará falta.
    Acerca da frase do Leandro, como deve saber, não é uma frase que possa ser atribuída a ele como autor, ele apenas fez um trocadilho com a música do Skank e foi bem criativo. rs.
    Abraço e até parceira.


    => CLIQUE => ESCRITOS LISÉRGICOS...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Christian ri alto de seu comentário em algumas partes, inveja preta tive eu de saber que seu pai tem uma biblioteca, meu sonho. Meu cantinho já foi feito pensando em fazer isso, é um sonho não sei se conseguirei, mas estou me esforçando, voltei a comprar livros, três a cada ida a Belem.Gosto muito de livros espiritas, mas não fico flutuando. Já li tantas coisa que nem me lembro mais, estes dois livros marcaram muito minha vida. O livro da Matilda é super rico em detalhes e é uma viajem maravilhosa.
      Nosso lar eu não li, só assisti ao filme, mas não gostei senti nada de especial ao assisti-lo. Vou procurar o livro indicado, fiquei curiosa.
      Adorei a dica do o ipod no ouvido, há vou comprar um para minha pessoa, imagina a cara do pessoal aqui de casa.
      Quanto a frase percebi sim o trocadilho, mas coloquei o nome dele ali para não haver problemas, também achei criativo.
      Christian adoro seus comentários sempre pertinentes.
      Obrigada pela visita.
      Até parceiro.

      Excluir
  17. Há não!! Eu não acredito que perdi esse mimo lindo..
    Gente que coisa mais linda amiga...
    Nossa!! Estou aqui com o sorriso do tamanho da distância que nos separa..
    Claro que estou levando meu selinho lindo.. e vou colocar na postagem de amanhã..
    Eu simplesmente amei..
    Não tem como não ficar feliz por demais sabendo que tenho ao meu lado pessoas lindas assim como você.. que fazem com que meus dias sejam mais completos..
    Obrigada mesmo de coração amiga.. por ser mais um anjo lindo na minha vida..

    Milhões de beijos estalados no seu coração viu?

    ResponderExcluir
  18. Olá, Verinha.
    Realmente, para quem gosta de ler é um tormento ser interrompido (os últimos livros que li foram os 4 da série O Guia do Mochileiro das Galáxias, de Douglas Adams, e os achei bem divertidos, lembrando um pouco o nonsense de Lewis Carrol).
    Eu não sabia que Matilda era do Roald Dahl, criador do Fantástico Senhor Raposo, os Gremlins e a Fantástica Fábrica de Chocolate,e o filme é muito bom, com Dany de Vito como pai vilão.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jacques.
      Então Roald Dahl, não havia prestado atenção que ele era criador destas fabulas fantásticas.
      Fiquei curiosa sobre os livros. Abraços

      Excluir
  19. Olá Verinha, minha amiga.

    Espero que estejas bem.
    Também gosto muito de ler. De momento, estou mais voltada para livros espíritas. Estes ajudam-me muito.
    Nunca li o livro da Matilda, mas já vi o filme duas vezes, creio e gostei muito.
    Quando leio também gosto de começar e acabar um capítulo.

    Beijinhos amiga,

    Cris Henriques

    http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amiga.
      Também espero que estejas bem, amo ler e quando estou lendo quero silencio, não é muito fácil aqui em casa então fiz um quartinho de leitura,lá é só meu,kkkkkkkk.
      O livro da Matilda é bem mais detalhado e lindo, o filme tem os efeitos especiais e ficou muito legal, já assisti muitas vezes.
      Beijinhos amiga.

      Excluir